sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Resenha: "Eragon" de Christopher Paolini

 Eragon (Ciclo A Herança #1) de Christopher Paolini
Editora: Rocco; 460 páginas

Sinopse:Um menino… um dragão… um mundo de descobertas.
Quando Eragon encontra na floresta uma pedra azul polida, acredita que poderá ser uma descoberta de sorte para um simples rapaz do campo: talvez sirva para comprar a carne que alimentará a família durante o inverno. Mas no momento em que um dragão nasce de dentro da pedra, ligando-se a ele com tal força que os dois passam a ser metades um do outro, Eragon percebe que está diante de um legado quase tão antigo quanto o próprio Império. Da noite para o dia, de uma pacata vida em um pequeno vilarejo, ele é lançado para um arriscado novo mundo movido pelas tramas do destino, da magia e do poder. Empunhando uma espada lendária e seguindo as sábias palavras de um velho contador de historias, Eragon e sua outra metade, a leal dragão fêmea Saphira, terão de se aventurar por terras perigosas e enfrentar inimigos sombrios em um Império governado por um rei cuja maldade não conhece fronteiras. Aos jovens Eragon e Saphira foi dada a responsabilidade de alcançar a glória dos lendários heróis da Ordem dos Cavaleiros de Dragões. Será que conseguirão vencer os obstáculos que o destino lhes reservou? Agora as suas escolhas poderão salvar – ou destruir – o mundo em que vivem. Uma história incrível, cheia de mistérios e emoção.


Eu li Eragon pela primeira vez já há um bom tempo, acho que em 2006, na época nem tinha terminado de ler HP e demorei mais de um mês para ler. Isso porque eu ainda era muito inexperiente no mundo dos livros e estava acostumado com o estilo de Harry Potter, sem contar que o tamanho das letras de Eragon são minúsculas e ele tem 460 páginas. Depois de muito tempo, mais precisamente há umas duas semanas atrás, resolvi reler este livro e não podia ter feito coisa melhor.
Dessa vez eu li mais rápido principalmente pela experiência adquirida na leitura e pela qualidade da história e não me arrependi nem me entediei em nenhum momento da leitura.
Desde o fim dos livros de Harry Potter eu procuro por alguma história que mexa comigo como HP mexeu, claro que nada vai poder substituí-lo, mas queria ler alguma aventura que pelo menos me desse um pouco da sensação que sentia quando lia HP.
Por incrível que pareça eu já tinha encontrado esse livro há muito tempo, antes mesmo de terminar HP, e não me conformo como pude esquecer dele tão facilmente.
Eragon, com a narrativa jovem e ao mesmo tempo clássica de Christopher Paolini, tem o poder de te carregar pelas paisagens em que a história se passa. Nunca foi tão fácil acreditar em dragões e seus cavaleiros.
O autor começou a escrever Eragon com 15 anos, o que me impressiona ainda mais pela qualidade da obra, em que ele se utiliza de diversos estilos para consagrá-la. Fica visível na história também que Christopher é muito fã do mestre J.R.R. Tolkien, por isso o livro segue um estilo muito parecido com o da Trilogia do Anel, porém com uma narrativa muito mais simples que envolve o leitor no aprendizado e nas aventuras de Eragon. Se você tem vontade de ler O Senhor dos Anéis primeiro leia Eragon, garanto que será mais fácil de entender as histórias épicas de Tolkien.
Por fim devo dizer que depois de reler metade do livro eu não esperei nem mais um pouco e comprei as seqüências, “Eldest” e “Brisingr”, e estou muito ansioso para poder lê-las e poder voltar ao mundo dos Cavaleiros de Dragões. A única decepção é que o autor Christopher Paolini parece estar numa infindável crise de criatividade, pois até agora ele ainda não lançou o quarto e prometido último livro da série. Vamos lá, Christopher, acorda!


Hey, espero que tenham gostado da resenha. Comentem e digam o que acharam.
Abraço e até mais!

7 comentários:

Natália Puga disse...

ERAGON É VIDA! O melhor volume é Eldest, você vai ver, o Eragon vira um saco, e quem toma conta do livro é o Roran <3

Rubens disse...

Victor. Ótima resenha.
E "Eragon" realmente é incrível. "Eldest", para mimé maravilhosamente perfeito. Um dos melhores livros de fantasia medieval que já li e o melhor da Saga da Herança até agora.
Ah, e parece que desse ano não passa, Christopher já soltou algumas curiosidades do quarto livro da Saga e acredito que até o fim do ano ele lance o bendito livro, que já está muuuuuuito mais do esperado por todos.

Mariana Paixão disse...

Eis uma série que eu preciso ler. Acho que terei que fazer disso uma meta pra mim. Sempre vejo as promoções no submarino e etc, mas nunca compro, sabe-se lá porque. Mas quero muito ler! Adorei a resenha =)

Camila disse...

Nossa, serio ele começou a escrever com 15 anos?! ele era bem novo né...

Bom nunca li Eragon, não sei porque só nunca me interessei por ele, mas acho que lerei esse ano;

Beijos
Camila Soares
World Of Books

Caue1507 disse...

sempre quis ler a série de eragon mas soh assisti o filme, deve ser muuito lgl o livro D:

--
hangover at 16

Andy disse...

Quando ouço letras pequenas e muitas páginas, fico com muito medo, rs... Ler livros assim é muito bom, mas ás vezes enche o saco.

Eu comecei a reler "A Primeira Regra do Mago", que é mais ou menos no mesmo estilo, é um ótimo livro, mas ele é muito grande, e eu não gosto de livros grandes, rs

Layo Silva disse...

Não li o livro mais o filme eu vi e achei super legal , podia ter continuação mais neh ...^^


Abraço Layo Silva

blogueirleitor.blogspot.com

Postar um comentário